quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

São abertas vagas de trabalho em unidades de conservação da Amazônia


A Associação Instituto Mapinguari acaba de divulgar edital para contratação de profissionais para trabalhar nas unidades de conservação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) no estado do Amapá. Serão selecionados três profissionais por tempo determinado de 18 meses. As vagas são para unidades de conservação nas cidades de Macapá, Porto Grande e Serra do Navio. As inscrições encerram em 12 de janeiro de 2018.

O objetivo é participar do Projeto Motivação e Sucesso na Gestão de Unidades de Conservação Federais (MOSUC). O Projeto tem como missão a identificação de soluções inovadoras para os principais desafios de gestão nas Unidades de Conservação da Região Amazônica, assim como o desenvolvimento local e do capital humano.

O processo de seleção será composto por duas etapas classificatórias: avaliação documental/curricular e entrevista. Os profissionais devem obedecer alguns critérios de seleção, que estão especificados no edital. Além de apresentar o currículo, com destaque para atividades realizadas em unidades de conservação.

Os interessados deverão preencher uma ficha de inscrição anexa ao edital de seleção. As entrevistas serão feitas nos locais previstos de execução das atividades. Para fazer a inscrição online é necessário enviar a ficha de inscrição (anexo I do edital), currículo e comprovantes exigidos em cada perfil para o e-mail institutomapinguari@gmail.com, especificando o perfil para o qual a pessoa está se candidatando.

O candidato também poderá fazer a inscrição presencial, entregando os documentos exigidos nos seguintes locais:

Em Macapá, dia 09/01, no horário de 9h às 18h, no ICMBio, localizado na rua Leopoldo Machado, 1126, Centro.

Em Porto Grande, dia 10/01, no horário das 9h às 18h, no ICMBio, localizado na avenida 8 de agosto, s/n, esquina com a rua 13 de Setembro.

Em Serra do Navio, dia 11/01, no horário de 9h às 18h, no escritório do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, Localizado na rua do Campo, 911.

O interessado pode acessar este edital.

Por ICMBio e Ciclo Vivo

Divulgado edital do concurso da prefeitura de Serra Branca, PB, com 104 vagas



A prefeitura de Serra Branca, no Cariri paraibano, divulgou um edital de concurso público que oferece 104 vagas de emprego, em cargos de todos os níveis de escolaridade. De acordo com o edital, as inscrições acontecem entre 8 e 28 de janeiro de 2018, exclusivamente pela internet, no site da organizadora. 
 
 
Segundo o edital do concurso da prefeitura de Serra Branca, das 104 vagas, 10 são para pessoas com deficiência. Os salários variam entre R$ 937 e R$ 1.735, sendo que o salário mais alto é para o cargo de médico clínico geral ESF, que exige ensino superior em medicina e registro no conselho de classe. O cargo com o maior número de vagas é o de professor do ensino fundamental I, com 25 oportunidades para pessoas formadas em pedagogia.

Ainda estão disponíveis vagas para auxiliar de serviços gerais, cozinheiro, motorista D, operador de retroescavadeira, operador de motoniveladora, operador de trator de esteira, pedreiro, porteiro, vigia, agente administrativo, agente de saúde, cuidador educacional, eletricista, recepcionista, técnico em enfermagem ESF, técnico em saúde bucal ESF, assistente social, bioquímico, enfermeiro ESF, educador físico, farmacêutico, fisioterapeuta, nutricionista, odontólogo, pedagogo, professor de educação física e psicólogo. 

A taxa de inscrição para o concurso é de R$ 80, para cargos de nível fundamental, R$ 100 para cargos de níveis médio e técnico e R$ 120 para cargos de nível superior. As provas estão previstas para acontecer no dia 11 de março de 2018, com a homologação do resultado final prevista para o dia 3 de abril. 

O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, caso necessário. 

G1 PB

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

O estranho asteroide em forma de caveira que vai voltar a passar perto da Terra em 2018


Depois do asteroide Oumuamua, que tem um formato parecido com um charuto e que foi descoberto por cientistas em outubro, os astrônomos terão a oportunidade de estudar mais um corpo celeste enigmático que passará perto da Terra. Um pequeno asteroide que, ao girar em torno de seu eixo, mostra semelhança impressionante com uma caveira deve passar perto do nosso planeta novamente em 2018. 

A última vez que o asteroide 2015 TB145 passou perto da Terra foi no fim de outubro de 2015, época em que muitos países comemoram o Dia das Bruxas. Por isso, os cientistas o apelidaram de "Asteroide do Halloween". 

Na época, ele estava a uma distância de aproximadamente 486 mil km - apenas 1,3 vezes a distância da Lua à Terra. A proximidade significava que o objeto estava mais iluminado. Por isso, cientistas europeus, americanos e latino-americanos apontaram seus instrumentos para o 2015 TB145. 

Em algumas das imagens, o asteroide se assemelhava, em alguns ângulos, a um crânio humano por causa do seu relevo e das condições de iluminação. 

O pesquisador Pablo Santos-Sanz, dos Instituto de Astrofísica da Andaluzia (IAA-CSIC), também organizou campanhas de observação do asteroide para descobrir suas características. 

Em novembro de 2018, o Asteroide do Halloween poderá ser observado mais uma vez. No entanto, ele passará a uma distância 105 vezes maior que a da Terra à Lua - o que ainda é próximo o suficiente para que seja possível estudá-lo. 

Um encontro mais emocionante, segundo os pesquisadores, voltará a acontecer em 2088, quando o 2015 TB145 passará pela Terra a uma distância equivalente a 20 vezes a distância entre nosso planeta e o satélite.  

Novas descobertas

O Asteroide do Halloween tem entre 625 a 700 metros de diâmetro, segundo o estudo publicado por Pablo Santos-Sanz e sua equipe no periódico Astronomy and Astrophysics. 

Eles também descobriram o período de rotação do corpo celeste, o que seria a duração do seu "dia" - entre 2,94 horas e 4,78 horas, de acordo com a observação e os cálculos deles. E determinaram seu formato, uma elipse achatada, que reflete apenas entre 5% e 6% da luz do sol que a atinge. 

"Isso significa que é um asteróide muito escuro, só um pouco mais reflexivo que o carvão", disse Santos-Sanz em nota. 

Atualmente, acredita-se que o Asteroide do Halloween pode ser um cometa extinto, que perdeu bastante água e outros componentes voláteis durante as voltas que deu ao redor do Sol. 

Isso é semelhante ao que se considera a respeito do objeto interestelar Oumuamua, que causou surpresa por seu formato de "charuto" e também parece ser um tipo de cometa "disfarçado" de asteroide. 

Em geral, asteroides e cometas são diferenciados por sua composição (os primeiros são mais rochosos e metálicos, e os últimos têm uma proporção maior de gelo e rochas) e pelo tipo de órbita ao redor do Sol. Mas nem sempre é fácil diferenciá-los com as observações que a distância permite fazer. 

Agora, os pesquisadores aguardam que novembro de 2018 traga mais novidades sobre a natureza destes objetos.

"Apesar de essa passagem próxima não ser tão favorável, conseguiremos como obter novos dados que podem aumentar nosso conhecimento sobre a massa dele e outras que passam pelo planeta", disse Pablo Santos-Cruz. 

G1 

terça-feira, 24 de outubro de 2017

O Sebrae realiza nesta quarta-feira o Inova Curimatáu na cidade de Solânea




O Inova Curimatáu 2017 é um evento de inovação para os empreendimentos da Microrregião do Curimatáu e tem como objetivo expor o potencial produtivo dos negócios e estimular o desenvolvimento da região. Tem como tema: Inovando com Estratégia e Gestão. O evento é promovido pela Agência do SEBRAE Araruna, que tem a frente a gerente Heloisa Mirelli Diniz. O Inova Curimataú já aconteceu em três cidades (Picuí, Araruna e Cuité), e neste dia 25 de outubro acontece na cidade de Solânea. 


O evento será na Churrascaria Espetinho do Jeca, na Rua Mestre Jorge Pereira, 437, no centro de Solânea. Inova Curimataú 2017 atende diferentes áreas de atuação, como: comércio, varejo, serviço e indústria. Um público formado por homens e mulheres de todas as classes sociais, especialmente empresários como Microempreendedor Individual – MEI, Microempresa – ME e Empresa de Pequeno Porte. 


O evento contará com palestras, casos de sucesso e inovação, sorteios de brindes e finalizará com um jantar empresarial. Maiores informações na Agência do SEBRAE Araruna no telefone (83) 3373-1272 ou com o Agente de Desenvolvimento na Sala do Empreendedor no Centro Administrativo.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Planta com alto teor de proteína é estudada em universidade brasileira


Uma pesquisa desenvolvida no Câmpus Pato Branco, da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), avaliou as propriedades antioxidantes das folhas da planta Moringa oleifera. Os compostos antioxidantes podem retardar o envelhecimento das células, auxiliando na prevenção de algumas doenças. Outro destaque é para seu alto teor de proteico.

O estudo iniciado em 2015 pela professora Tatiane Oldoni analisou o extrato produzido a partir das folhas da planta indiana, com o objetivo de avaliar sua capacidade antioxidante in vitro e identificar os compostos químicos responsáveis por esta ação. Há relação científica comprovada entre a atividade antioxidante e a anticâncer.

Além do potencial antioxidante, a Moringa oleifera é uma fonte nutricional expressiva. “Existem alguns estudos que sugerem que esta planta é muito rica nutricionalmente por conta dos elevados teores de proteína”, comenta Tatiane.

Segundo a reportagem do G1, estudos científicos indicam que ela pode ter 35% de proteína depois de desidratada, quase o mesmo que a carne. O plantio é de fácil manuseio e baixo custo, podendo ser cultivada em casa.

A intenção é viabilizar futuramente produtos que sejam gerados a partir desta pesquisa. “Seguiremos desenvolvendo outras etapas da análise que serão essenciais para resultados mais robustos e esclarecedores sobre as potencialidades e aplicações da planta”, completa a professora. 

Ciclo Vivo

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Site ajuda agricultor na escolha de árvores nativas da Mata Atlântica


Uma ferramenta que auxilia o agricultor a escolher árvores nativas para inserção em sua propriedade, de acordo com sua condição de relevo e solo. Esse é o Sistema de suporte à inserção de árvores na agricultura da Mata Atlântica. Resultado de 12 anos de estudos em fragmentos florestais, em Cachoeiras de Macacu, no Rio de Janeiro, o site alia o conhecimento científico dos pesquisadores ao tradicional dos agricultores locais. “Existe uma mística de que agricultores não gostam de árvores ou que não sabem conviver com espécies arbóreas, e isso não é verdade. Precisamos efetivamente acreditar no apego que eles têm às espécies arbóreas como também no conhecimento que eles possuem”, explica a idealizadora do site, Mariella Uzeda, pesquisadora da Embrapa Agrobiologia (RJ).

A intenção é que o produtor consiga aliar o plantio de árvores nativas ao incremento de renda. Por isso, o estudo contempla espécies com potencial madeireiro, alimentício, melífero e ainda aquelas que contribuem para enriquecer a biodiversidade e as que contribuem para a fertilidade do solo. “Esperamos atender à demanda de muitos agricultores familiares de plantar árvores para diferentes fins lucrativos e que possam dar às propriedades maior poder de resposta a eventuais pragas, também aumentando a quantidade de polinizadores. Isso é muito importante em processos de transição agroecológica, em sistemas produtivos mais sustentáveis e mais amigáveis à biodiversidade”, acrescenta a pesquisadora.

Os pesquisadores sistematizaram as informações da pesquisa, criando um site de fácil acesso e entendimento pelo agricultor. Para chegar às espécies mais indicadas para a região, o sistema começa solicitando a condição de drenagem da área, ou seja, se tem uma boa drenagem ou se é suscetível a alagamentos. Em seguida, pergunta se o relevo é plano ou levemente ondulado, para depois pedir o tipo de solo. Por fim, com base nessas informações, a ferramenta fornece ao agricultor cinco listas de espécies de árvores: madeireiras, alimentícias, melíferas, bioatrativas e para fertilização do solo. Cada espécie apresenta uma ficha com informações que vão desde o seu nome popular a algumas características, como sua utilidade e distribuição geográfica.

Principais finalidades das espécies:

O sistema foi elaborado com base nas características ambientais e de ocorrência de espécies do assentamento São José da Boa Morte, em Cachoeiras de Macacu (RJ), onde são desenvolvidas pesquisas pela Embrapa. No entanto, ainda que seja fundamentado em um conteúdo referente à Bacia Guapi-Macacu, no Estado do Rio de Janeiro, o site traz informações das espécies e suas respectivas áreas de ocorrência, podendo ser referência para inserção de árvores em outras regiões do bioma. “Uma vez que se tenha um solo parecido com os ali descritos, dentro da área de ocorrência da espécie, é possível utilizá-la sem nenhum problema”, enfatiza Uzêda.
 

Embrapa

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

A AGÊNCIA DO SEBRAE ARARUNA PROMOVERÁ O INOVA CURIMATAÚ 2017



 Evento voltado para Empresários e Empreendimentos Locais


O Inova Curimatáu 2017 é um evento de inovação para os empreendimentos da Microrregião do Curimatáu e tem como objetivo expor o potencial produtivo dos negócios e estimular o desenvolvimento da região. Tem como tema: Inovando com Estratégia e Gestão. O evento é promovido pela Agência do SEBRAE Araruna, que tem a frente a gerente Heloisa Mirelli Diniz. 


O Inova Curimataú acontecerá em quatro cidades, iniciando no município de Picuí no dia 20 de Setembro. Depois será a vez de Araruna no dia 27, já na cidade Cuité acontecerá no dia 18 de outubro e finaliza no município de Solânea no dia 25 de outubro. 

Inova Curimataú 2017 atende diferentes áreas de atuação, como: comércio, varejo, serviço e indústria. Um público formado por homens e mulheres de todas as classes sociais, especialmente empresários como Microempreendedor Individual – MEI, Microempresa – ME e Empresa de Pequeno Porte. 

O evento contará com palestras, cases de sucesso e inovação, sorteios de brindes e finalizará com um jantar empresarial. Maiores informações na Agência do SEBRAE Araruna no telefone (83) 3373-1272 ou com os Agentes de Desenvolvimento de cada município.