segunda-feira, 28 de maio de 2012

Geografia - vestibular PB


1 (UFPA) “Nos últimos vinte anos o Brasil tem desenvolvido novas formas técnicas e organizacionais, como a informatização e a automação nas atividades agropecuárias, na indústria e nos serviços, os atuais tipos de contratação e as políticas trabalhistas conduziram, entre outros aspectos, a um aumento do desemprego e da precarização das relações de trabalho.” SANTOS, Milton; SILVEIRA, Maria Laura. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. 2. ed. Rio de Janeiro: Record, 2001. p. 220. (Texto adaptado).

A implicação das mudanças tecnológicas no mundo do trabalho, no Brasil, sugeridas no texto, estão identificadas na alternativa:

a) A redução dos postos de trabalho nas atividades agropecuárias e industriais foi compensada pelo investimento dos setores público e privado em postos de trabalho nos grandes centros urbanos.
b)  As ampliações das necessidades produtivas, sobretudo a partir da revolução das telecomunicações, têm contribuído para o aumento do desemprego no setor informal da economia.
c) As novas formas de contratação de trabalho, principalmente a terceirização, são um dos indicadores de que as relações de emprego se tornaram precárias, o que foi acompanhado da redução da renda do trabalhador brasileiro.
d)  A crescente diversificação das profissões atende às novas necessidades produtivas do mercado, no entanto é responsável pelo crescimento do desemprego no setor de serviços e na economia informal do país.
e) O crescimento e a distribuição dos polos regionais de informática pelo território nacional foram responsáveis pela redução dos subempregos, na medida em que se absorveram os desempregados do mercado formal.

2 (FUVEST) Ainda no começo do século XX, Euclides da Cunha, em pequeno estudo, discorria sobre os meios de sujeição dos trabalhadores nos seringais da Amazônia, no chamado regime de peonagem, a escravidão por dívida. Algo próximo foi constatado em São Paulo nestes dias [agosto de 2011] envolvendo duas oficinas terceirizadas de produção de vestuário. José de Souza Martins, 2011. Adaptado.

No texto, o autor faz menção à presença de um regime de trabalho análogo à escravidão, na indústria de bens

a) de consumo não duráveis, com a contratação de imigrantes asiáticos, destacando-se coreanos e chineses.
b) de consumo duráveis, com a superexploração, por meio de empresas de pequeno porte, de imigrantes chilenos e bolivianos.
c) intermediários, com a contratação prioritária de imigrantes asiáticos, destacando-se coreanos e chineses.
d) de consumo não duráveis, com a superexploração, principalmente, de imigrantes bolivianos e peruanos.
e) de produção, com a contratação majoritária, por meio de empresas de médio porte, de imigrantes peruanos e colombianos.

3 (FACID) O Piauí forma, com os Estados do Maranhão, Bahia e Tocantins, a região denominada de MAPITOBA, uma área de expansão econômica e moderna. Destacam-se, entre as atividades desenvolvidas nesta região,

a) grandes projetos de mineração com destaque para a extração de ferro e manganês.
b) a exploração de grandes jazidas carboníferas, devido ser uma área rica em hidrocarbonetos.
c) a instalação de um centro têxtil que se beneficia da grande produção algodoeira da região.
d) a construção de um pólo termelétrico, explorando o grande reservatório de gás natural encontrado na área.
e) a formação de uma fronteira agrícola em grandes latifúndios destinada à industrialização e à exportação de commodities.

RESPOSTAS:
1) C
2) D
3) E

Um comentário:

  1. Obrigaado, precisa mto do gabarito da questao 2, valeeu!!

    ResponderExcluir